Ácaro da Erinose

 

O Ácaro da Lichia é uma peste que acomete a cultura da lichia no Brasil já há alguns anos.

 

No início de sua ocorrência no Brasil pouco se conhecida a respeito dessa praga.

 

Sabia-se apenas de seus efeitos: enrrugava as folhas das lichieiras, criava bolhas nelas, criava um tipo de veludo marrom na parte inferior das folhas, e depois começou-se a conhecer que também acometia as inflorescências das lichieiras resultando em perda de potencial produtivo e também dos próprios frutos, tornando-os impróprios ao consumo ou depreciando-lhes sensivelmente o valor comercial.

 

Observamos um interesse vital da comunidade de produtores de lichias do Brasil, tanto pelo tema quanto por possíveis soluções a serem adotadas para tentar, no mínimo, controlar o avanço desse ácaro sobre os pomares.

Após alguns anos de pesquisas a comunidade científica unida buscou soluções sem contudo chegar a uma solução definitiva. Lichias.com liderou seminários e workshops, financiou pesquisas e desenvolvimento de fitoterápicos e homeopáticos, enfim, uma luta constante para tentar alcançar um remédio para o problema.

 

Até os dias atuais (2015) o melhor método que encontramos para o controle satisfatório à infestação pelo ácaro da erinose na lichia, foi a poda preventiva e poda de controle. Assista no vídeo postado abaixo, como fazer uma poda de alto rendimento que auxilia no controle do ácaro da erinose.

 

Alguns produtores mais desesperados chegaram às vias de eliminação de todo pomar de lichias.

 

Pedimos aos Srs. produtores que não se alarmem a ponto de inviabilizarem suas próprias atividades com a lichicultura.

 

O Ácaro da Erinose, também conhecido como "Veludo Marrom", embora não seja erradicável no momento, é controlável e permite que atividade da lichicultura seja conduzida de forma satisfatória.

 

No mundo inteiro, em todos os países esse ácaro da lichia está presente, então o Brasil não é o único país a conviver com esse problema cujo primeiro relato já ocorreu há mais de um século (100 anos).

 

No caso das técnicas para poda da lichieira, após muitas considerações, o Dr. Osvaldo Yamanishi concluiu que é mais viável buscar a alta produtividade no momento da poda do que essencialmente a altíssima qualidade na própria poda.

 

Entendemos que essa análise é perfeitamente aceitável, principalmente quando se tratam de médios e grandes cultivares, posto que a eventual redução (mesmo que mínima) de produtividade do exemplar (decorrente de uma poda menos criteriosa) é compensada pelo fator "tempo" na conclusão dos serviços de poda, favorecendo a brotação de novo ciclo vegetativo que por sua vez vem a compensar a eventual redução decorrente da perda decorrente da menor qualidade dos serviços de poda.

 

Essas considerações levam em conta principalmente fatores como o tempo demandado para a conclusão da poda em um pomar, a quantidade de exemplares desse mesmo pomar e a disponibilidade de mão de obra para a execução dos serviços.

 

Considere então que esses são fatores críticos para a decisão sobre a melhor técnica para executar a poda da lichieira em seu cultivar:

 

  • Tempo demandado para a poda;

  • Quantidade de árvores do pomar;

  • Disponibilidade de mão de obra para os serviços;

 

Veja abaixo um pequeno vídeo que demonstra o quanto essa técnica agiliza sobremaneira o procedimento de poda das árvores.

 

Esta técnica é recomendável para médios e grandes produtores.

 

De outro lado, Lichias.com com promoveu Workshops e também profundos estudos de campo para compreender e desenvolver melhores técnicas de controle e manejo desse ácaro.

 

Através de parceiros idôneos também fomentou a pesquisa e desenvolvimento de medicamentos fitoterápicos à base de homeopatia para que esse ácaro pudesse ser melhor controlado.

 

Uma técnica já experimentada por alguns produtores foi a homeopatia, e segundo eles gerou resultados satisfatórios. De maneira caseira é possível preparar uma fórmula homeopática da seguinte maneira:

 

 

REMÉDIO CASEIRO CONTRA O ÁCARO DA ERINOSE - COM CINZAS

 

Colete as folhas escuras e retorcidas atacadas pelo ácaro e, em seguida incinere. Você deve incinerar as folhas e os seus galhos. O resultado dessa incineração será cinzas e talvez um pouco de carvão da galharia. Bata as cinzas e o carvão (se houver só cinzas, sem carvão, melhor) no liquidificador com água limpa fazendo uma solução aquosa para depois diluir numa bomba de 2.000 litros. Para cada 2.000 litros de água limpa na bomba você deve ter batido no liquidificador de 1 a 2 Kg da cinza.

 

Depois de diluido essa solução na bomba, pulverize nas copas das  plantas de seu pomar e no solo sob a projeção da copa de 15 em 15 dias nas fases de brotação e de floração, e de 30 em 30 dias na fase não vegetativa.

 

Pedimos que após fazer esses testes você, produtor, nos reporte à Lichias.com se essa solução tem dado resultado em seu pomar ou não, em modo a podermos realmente confirmar esse método fitoterápico de tratamento.

 

REMÉDIO CASEIRO CONTRA O ÁCARO DA ERINOSE - COM ÓLEO DE AMÊMDOA DOCE

 

Prepare uma solução com uma mistura na proporção de 10 para 1 (10 partes de água e 1 parte de óleo de amêndoas doce).

Faça a poda do seu exemplar de lichia retirando todas as folhas com ácaro, e dê a destinação correta, ou seja, incinere-as.

 

Depois de diluido essa solução na bomba, pulverize nas copas das  plantas de seu pomar, inclusive nos caules, de 15 em 15 dias nas fases de brotação e de floração, e de 30 em 30 dias na fase não vegetativa.

 

Pedimos que após fazer esses testes você, produtor, nos reporte à Lichias.com se essa solução tem dado resultado em seu pomar ou não, em modo a podermos realmente confirmar esse método fitoterápico de tratamento.